domingo, 17 de junho de 2018

22 - JESUS O PROFETA DOS TEMPOS


Muitos anos se passaram desde a chegada de Adão ao planeta Terra que se tornou um mundo de expiações e de provas. Jesus nasceu em Belém da Judéia no mês de etanim (setembro-outubro) do ano 4 a.C, no período da Lei de Moisés, segundo o calendário judaico, com duas naturezas: a humana e a divina. O menino Jesus era obediente a José e crescia em sabedoria diante do Criador e dos homens. José não foi o pai genético ou carnal de Jesus, mas sim, o pai humano. José educou Jesus com a palavra do Senhor. Jesus era judeu e o cristianismo era uma ramificação do judaísmo.


 Naquele tempo a fé era repassada de pai para filho uma vez que não havia nada escrito sobre os conhecimentos do Criador, além dos rolos judaicos nas sinagogas. A vida da pessoa que se tornou conhecida como Jesus de Nazaré não começou aqui na Terra. Jesus foi um espírito divino, um mensageiro da luz encarnado na Terra. Ele era um místico carismático, dotado de dons sobrenaturais, que em seus momentos de meditação isolava-se dos seus discípulos.


Certa vez disse: “Eu sou a ressurreição da vida, quem crê em mim viverá”. Ele mesmo falou da sua vida pré-humana antes de vir ao planeta Terra em Jo 6:38 – “Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas à vontade daquele que me enviou”, Jo 8:23 – ¨Vós sois de baixo, eu sou de cima; vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo¨. Jesus nasceu de mãe judia com a memória vazia dos conhecimentos humanos, foi circuncidado no oitavo dia, e celebrou sua Bar-Mitzvá de acordo com a tradição judaica.


 Ele era chamado de "Rabino" e freqüentava o Templo de Jerusalém, junto com seus discípulos. Jesus é considerado o novo Adão. Os ensinamentos de Jesus eram um, exotérico, adaptado à capacidade de compreensão do grande público; outro, esotérico, destinado a um círculo mais íntimo de discípulos. 287 Também conhecido como Jesus Cristo, conviveu muito tempo com os essênios que acreditavam em reencarnação ou transmigração de almas.


Jesus demonstrou profundo conhecimento da Lei Cósmica e às declarava com simplicidade. Certa vez Jesus disse: ¨Conheceis a verdade e a verdade vos libertará¨. Qual seria esta verdade senão que : Jo 14:2 -¨Na casa de meu Pai (Universo) há muitas moradas (mundos)¨?. Na sua simplicidade e desapego ao mundo material, Jesus Cristo tentou nos ensinar os princípios da pluralidade dos mundos habitados. Jesus foi parte da cultura judaica. Lamentavelmente o mal do mundo tem potencial para crescer. 


Jesus falava em parábolas e apenas aos iniciados dava os significados. Jesus demonstrou profundo conhecimento da Lei Divina e as declarava com simplicidade. Ciente também que as almas encarnadas tem tendência para o mal, Jesus nos deixou no Evangelho de Mateus um código perfeito de princípios morais para vivermos e purificarmos aqui na Terra e galgarmos mundos superiores. Nota-se, portanto, que o ser humano só poderá passar para um estado cósmico superior através de sua transformação pessoal, humildade, muita luta e uma vida simples.


As atribuições do dia a dia atrapalham em muito a nossa evolução cósmica, daí porquê muita pessoas preferem manter-se isoladas do convívio humano, a exemplo de Jesus Cristo no monte das Oliveiras, em retiro espiritual para meditar, orar, criando um clima de tranqüilidade para melhorar o desempenho. Jesus, nosso querido Mestre é um espírito superior e puro, mas passou por seu processo de reforma intima, assim como nós.  Ele não foi criado superior, pois se admitirmos isso colocaremos Deus como uma criatura parcialista. Cristo “o missionário da luz” foi criado simples e ignorante, e passou seu processo de reforma intima, em outro planeta, em outras situações.


 Entre Adão e Abraão passaram-se 2 mil anos; entre Abraão e Jesus Cristo, outros 2 mil. Portanto, Jesus é sem dúvida o Filho do Altíssimo. Como filho do Criador morreu crucificado numa cruz. 
Segundo a tradição foi João, pescador e filho de Zebedeu, quem cuidou de Maria mãe de Jesus logo após a crucificação em 29 d.C..  Hoje há um grande esforço para tirar Cristo da mente das pessoas. Saiba agora que depois da ressurreição  não há morte. Enfim, se você quer mudança e transformação em sua vida a palavra de Deus é Jesus, o Verbo. Cristo é o nosso perpétuo socorro.  Jesus Cristo é o único mediador entre Deus e o homem. Jesus hoje é um Mestre ascenso e está na quinta dimensão.  A era das trevas iniciou no planeta Terra 29 anos após a morte de Jesus e vi ate o ano 2057 com o início da era da luz. A humanidade precisa prosperar.

As leis da natureza não mudam são eternas. O humano é a natureza. A conexão com Deus independe da religião que você pratica. Sinta-se infinito no Universo. Jesus é o Universo. Dê ouvido a voz da fé.  O Senhor Jesus é a Esperança. A minha perseverança será a minha fé. A segunda vinda de Jesus será para o povo Judeu.  Cristo não criou religião ou doutrinas. O anti-Cristo é um espírito ou vários espíritos que influência negativamente as pessoas.  A crucificação de Jesus não foi o fim da história más o início dela.  (Revolução 6.0 promovida pelos espíritos Cristais - puros de coração) 

Charlie Bonêt Dávan - Gazen Master
Copyright  © 2003/2017 Carlos Alberto Garcez Todos os direitos reservados.





quinta-feira, 14 de junho de 2018

PANORAMA CÓSMICO


“O maior obstáculo para a exploração espacial é a gravidade.  Temos que chegar em Alpha Centaurus num tempo médio de vida humana que é de 40 anos.” Charlie Bonêt Dávan

79  Autor: Charlie Bonêt Dávan

1.     Quando uma história é perigosa para ser contada é comum ela ser transmitida por uma  lenda, mito ao invés de um fato. Você sabia que 75% dos seres extraterrestres existentes no Universo possuem características humanóides? Seres humanoides são geralmente apresentados com dois pés, de corpo ereto, que possuem dois olhos, um nariz e uma boca dispostos com a mesma ordem da face humana. Os extraterrestres que possuem características semelhantes aos humanos são chamados de humanóides. A forma predominante em todo Universo é a humanóide tipo alfa.

2.       A raça humana está presente no Universo em diversas galáxias e em diversos sistemas planetários com planetas em condições de vida semelhantes a da Terra, sendo que em alguns lugares convivem amigavelmente com extraterrestres. Existem mundos em diversos graus de evolução no Universo.

3.       Faz milhares de anos que extraterrestres humanóides visitam o planeta Terra vindos de mundos evoluídos, seja do ponto de vista técnico-cientifico ou moral, situados nos sistemas planetários das estrelas Arcturus (36 anos-luz), Polaris, Nunki, Mirfak, Zeta Radon, Kappa Fornacis e da galáxia Zeta Reticuli (37 anos-luz).

4.      Vivendo em dimensões paralelas, estas espécies alienígenas que também são criaturas do Criador, não possuem espírito, não reencarnam, são espiritualizados, não se importam com a aparência física, possuem habilidades telepáticas, poder de regeneração dos tecidos, apresentam-se em formas humanas ou animal, com aparências e tamanhos variáveis e formas biológicas de origem extraterrestre. Visando a autopreservação nós também queremos algum dia achar planetas em outros sistemas estelares onde poderemos continuar nossa espécie humana.

5.      Os Greys que possuem alta tecnologia digital e conhecimento da fragilidade humana são uma derivação da raça Zeta do quadrante estelar de Reticulli que vem de diversos planetas de Órion, Cygnus, de Leão, Draconis, Scorpius, Carina e Lira e não tem interesse em fazer amizade com os humanos. Cientes da dimensão dos seus projetos na Terra exercem atualmente a função de espectadores do mundo. Suas visitas no passado remoto da Terra vindos de sistemas solares desconhecidos deram origem à crença da existência de deuses e a formação de várias religiões que perduram até o momento.

6.       Nas culturas orientais, sumérias, fenícias, egípcias e maias, existem registros de antigos deuses, que na verdade eram visitantes colonizadores da Terra. Na antiguidade os fenícios adotavam vários deuses que poderiam ser extraterrestres e nos seus cultos faziam sacrifícios humanos o que classifico como uma ignorância pagã. Para manter viva a nossa espécie nós também precisamos nos espalhar pelo Universo.

7.        Curiosamente sabemos que há humanos de dimensões mais adiantadas, onde tudo é muito rápido e que jamais estiveram aqui na Terra ou nem sabem que ela exista, como os habitantes dos planetas que circundam os sistemas estelares de Shaula (700 anos-luz), Altair (16 anos-luz), Pollux (34 anos-luz), Atria (420 anos-luz), Avior (630 anos-luz), Eltanin (148 anos-luz), Elnath (130 anos-luz), Gienah (165 anos-luz), Alphard (180 anos-luz), Menkar (220 anos-luz), Hadar (530 anos-luz), Enif (670 anos-luz), Sabik (84 anos-luz), Schedar (234 anos-luz), Alpheratz (97 anos-luz), Albireo (390 anos-luz) e Dubhe (124 anos-luz).

8.      Sabemos ,entretanto, que estas civilizações  possuem educação sideral e tecnologia para cruzar milhares de anos-luz num instante e que poderiam ter dificuldades de adaptação no planeta Terra onde tudo é lento.  Sabemos também que há raças de humanoides (não humana, mas que se assemelham a nós) programados com inteligência superior que jamais viram um humano, como os de Deneb (3.000 anos-luz) um local repleto de irradiação de quazares e nebulosas, de Antares (600 anos-luz), Kochab (127 anos-luz), Rosalhague (47 anos-luz), Zube-ubi (77 anos-luz), Castor (52 anos-luz), Acamar (160 anos-luz), Al Na-ir (101 anos-luz) e os que habitam o extremo oposto da galáxia a 70.000 anos-luz ou depois do limite do universo conhecido a 16 bilhões de anos-luz.

9.      Uma unidade de distância muito útil em Astronomia e que tem um sentido físico muito interessante, chama-se ano-luz, que é a distância que a luz percorre em um ano e equivale a 9 trilhões e 450 bilhões de quilômetros. O tempo desacelera com a velocidade da luz. Enfim, o Universo está infestado de humanos e humanoides por toda a parte.   Existem em nossa Galáxia pelo menos 10 bilhões de planetas com probabilidade de abrigar a atividade biológica tal qual como conhecemos. A nossa humanidade não é necessariamente a única no Universo.

10.   Para um melhor entendimento sobre a colonização do planeta Terra, cabe ressaltar que a partir do ano 35.000 a.C. o planeta Terra recebeu 21 civilizações extraterrestres incluindo os Lemurianos e os Atlantes. Destas quatro raças chegaram até os dias de hoje como Ariana, Adâmica, Pleiadiana e Capelina. No entanto, o nosso passado terrestre não está circunscrito em nossa limitada memória.  Os humanos terráqueos nunca viram um alienígena embora a ciência tradicional e a Ufologia moderna persigam algumas pistas de formas de vida no Universo.  

11.   Os ufólogos são as pessoas que percorrem o mundo e documentam aparições de OVNIs, sequestros de humanos, relatos de avistamentos e qualquer outra coisa que tenha vinculo com extraterrestres. O telescópio Hubble provou que o Universo esta em expansão e procura formas de vida fora da Terra. O Hubble, lançado em abril de 1990, é um projeto de cooperação internacional entre a Nasa e a Agência Espacial Europeia (ESA). Este esforço não será em vão. Você também pode acreditar no inacreditável. Na Terra ninguém viaja no espaço além da Lua.

12.   É preciso entender que o Universo é complexo e perfeito e o nosso entendimento dele é pequeno e duvidável. Hoje engatinhamos no quintal da estratosfera e o nosso conhecimento sobre o espaço sideral é pouco divulgado. Nossos livros são fracos e a astronomia é reservada a poucos. Os ocultistas acreditam que a humanidade precisa passar por um período de grande tribulação para que ela se livre das impurezas e ascenda a 5ª dimensão. Acredita-se que somente 15% da população mundial passará para a 5ª dimensão e que os demais continuem vivendo na 3ª dimensão.

13.    Como seria o mundo sem os mistérios, a curiosidade e a esperança de que teremos algum dia um mundo melhor? Eu sinto que algo de muito grave esta para acontecer, talvez um evento geofísico. Muitas coisas que antes eram ficção científica hoje são fatos científicos. Quando o homem tiver pleno conhecimento do Universo a ideia de Deus não será mais necessária.  Neste estágio o que importa é sobreviver. O que está em jogo é a vida humana. 


terça-feira, 12 de junho de 2018

AS VERDADES OCULTAS DA VIDA



14  Autor: Charlie Bonêt Dávan 

1. Sinto-me a vontade para descrever os principais eventos da Evolução humana no planeta Terra. Não há muitos registros sobre estes passos da evolução terráquea que possam comprovar estes fatos evolutivos. Más, o que importa é que tenhamos um pequeno conhecimento da nossa origem como extraterrestre nesta planeta quem sabem...em extinção. Independente do número de encarnações que já tivemos na Terra vale a pena lembrar um pouco do passado no presente e saber algo mais sobre o que espera a futura civilização terrestre.


2. Talvez nossos textos sejam complicados para os simples de coração, mas, no entanto necessário se faz que conheçamos um pouco da origem do universo, do espaço sideral e da eternidade humana que hoje tem o coração amargo e rancoroso. A preocupação e a lembrança do espaço sideral não é nenhuma novidade dos dias atuais. Ela perturba, ela mexe com a alma humana que sente saudade das estrelas. Preso num planeta do Sistema solar há milênios o homem atual busca se entender e homenagear o Ser invisível (Deus) que o enviou as orbes humanas. O que tem atormentado também as mentes humanas é a mudança planetária que já vem ocorrendo a alguns anos.


3. A transição planetária (1962 – 2094) é um período oportuno e auspicioso para evolução, física, mental, emocional e espiritual, de todos aqueles que estiverem devidamente preparados (despertos) para esta passagem, mas poderá ser extremamente negativo e destrutivo para os que não estão sintonizados com uma consciência mais ampla. Ela já era de conhecimento humano desde o ano 15 a.C. pela família do Cristo Bíblico. O mais importante agora é saber que a humanidade atual está aprendendo uma lição importante, que é entender a sua divindade, a sua ligação com o Criador Primordial (Deus) e com tudo aquilo que existe no Cosmos incluindo nossos irmãos estelares.


 4. A Transição planetária é o nome dado ao processo de transformações por que passa neste momento o planeta Terra, incluindo a mudança de consciência de seus habitantes. Durante essa fase, a Terra, que atualmente tem o seu eixo levemente inclinado, recuperará sua posição vertical. Não há uma data programada, más o mar invadirá continente adentro e novas terras aparecerão do oceano ocorrendo mudanças climáticas inexplicáveis, más não será o fim. Os espíritos maldosos, atrasados e obsessores que vivem na sintonia do nosso planeta serão arrastados da Terra e deixados em outro planeta menos evoluído, como aconteceu com a Terra, nos primórdios da humanidade. Diversos clarividentes, falsos profetas e seitas surgirão prevendo o apocalipse ou pregando a salvação!  Afinal, em quem vamos acreditar?


5. Nessa transição, que levará em média 132 anos, 1962 a 2094, ocorrerá uma transformação dimensional, o umbral será esvaziado, a geração índigo dominará nosso mundo e seus corpos de mais energia do que matéria, a mitologia e a teologia serão coisas do passado e inicia-se os contatos pessoais com seres de outros planetas. Em 2094 a população mundial será de 95% de índigos e 5% de cristais. Agora a sua magia, a sua mente e a sua vontade será de transformar o presente num futuro melhor principalmente aos seus descendentes que deixarão neste planeta daqui por diante. Saiba que as pessoas importantes da nossa vida vão e voltam. Se você não confia em Deus, confie em você. Qual é a sua missão como alma na Terra?

sábado, 2 de junho de 2018

ALMA NA BERLINDA



46 Autor: Charlie Bonêt Dávan 

1. A curiosidade humana tem levado o homem a tentar desvendar o campo astral através da mediunidade, da comunicação com os mortos, da regressão a vidas passadas, de experiências quase morte, leituras de auras e chacras. Parece incrível, mas todos os dias vemos pessoas nas mais diversas práticas para tentar êxito nestes fenômenos paranormais. Em busca de seus fantasmas perturbam o mundo espiritual com literaturas e afirmações de algo que desconhecem e que a psicografia falsamente relata. Livros e livros são escritos que mais parecem ficção cosmológica e astral.

2. Em defesa de sua própria essência espíritos enfraquecidos e habitando ao redor da Terra com errantes ou mesmo no Umbral tentam desvencilhar-se dos seres humanos do planeta que congregados relembram sempre seus mortos tirando-os do caminho da luz com suas memórias e lembranças enfadonhas. O nosso insucesso pessoal é eminente quando temos acoplado a nós seres perturbadores que são os espíritos sem evolução e constantemente são chamados na órbita da Terra. Somos nós que trazemos os encostos e infortúnio para casa com os nossos hábitos e maneiras de viver e pensar. Presos quem sabe e às vezes ao âmago da família trazem para todos nós o medo, o fracasso financeiro e a discórdia familiar. Os encostos vivendo no mundo da tristeza e da escuridão não trazem nenhum beneficio na sua comunicação com as pessoas vivas.

3. Quando você está com encosto o dinheiro não rende. Não dependa de respostas ou considerações de outras pessoas para sobreviver no seu dia a dia. A resposta esta dentro de você. Com a nossa aura repleta de fluídos negativos provenientes de pessoas falsas, invejosas e coviteiras e o perispírito denso e pesado caminhamos com dificuldades e cansados no plano material em busca do nada que esta distante da nossa inteligência emocional. Os pensamentos são ondas energéticas que são sentidas. Toda energia compõe-se de átomo e vibração. É muito triste dizer mais o mundo dos mortos pertencem aos mortos e o mundo dos vivos pertence aos que querem o processo evolutivo natural.

4. É preciso que a aura e o perispírito estejam saudáveis. Trabalhe a sua mente a seu favor. Saia da zona de conforto e creia para ver. Questione, repita, faça de novo e busque novos resultados.  Boas leituras e preces manterão nosso padrão vibratório elevado, afastando assim todos os tipos de fluidos negativos. Não siga espíritos. Combata as forças da inveja e a negatividade que amarra os seus caminhos. Seja você a sua prioridade. Os tempos mudam e as exigências se transformam. O essencial é invisível aos olhos. É momento de se apegar ao Criador.